Arquivo

Archive for junho \30\UTC 2011

Eles estão entre nós….

A industria da Musica exposta… As vitimas monarcas

 

Asteróide recém-descoberto raspa a Terra nesta segunda-feira 27/06/11

asteroide recém-descoberto e medindo cerca de 12 metros passará raspando pela Terra na manhã de segunda-feira. A aproximação da rocha poderá ser acompanhada por observadores situados na Oceania e leste da Ásia e segundo as simulações orbitais não há risco de colisão com nosso planeta.Domingo, 26 jun 2011 – 20h41 

Batizado 2011 MD, o asteroide foi descoberto em junho de 2011 por pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Massachussets, MIT, através do programa de monitoramento espacial LINEAR (Lincoln Near-Earth Research). De acordo com os cálculos de trajetória, o momento da máxima aproximação de 2011 MD está previsto para as 11h30 pelo horário de Brasília, quando atingirá apenas 12 mil quilômetros de distância.

Apesar de ser uma passagem muito próxima, o risco de colisão está descartado tanto agora como na próxima aproximação em 2022. Durante a passagem a atração gravitacional da Terra arremessará 2011 MD em direção ao espaço, mas mesmo se atingisse nosso planeta a rocha seria consumida em uma bola de fogo na alta atmosfera.

Esta não é a abordagem mais próxima de um asteroide. Em 7 de outubro de 2008 o asteróide 2008 TC3, de aproximadamente 4 metros de comprimento se chocou contra a atmosfera acima do nordeste da África. 2008 TC3 era um asteroide de pequenas dimensões e todos os fragmentos se evaporaram após a colisão. Segundo a Nasa, a energia liberada no momento do impacto foi equivalente à explosão de 1 tonelada de TNT.

 

No entanto, 2011 MD é o maior asteroide conhecido a chegar tão perto, apesar de diversos objetos semelhantes possivelmente cruzarem a órbita da Terra sem serem notados.
Estatísticas
Diariamente, a Terra é constantemente bombardeada por pequenos asteroides e outros detritos espaciais, criando uma espécie de garoa de meteoros, alguns deles muito brilhantes.

De acordo com cálculos feitos pelo astrônomo Bill Cooke, ligado à Nasa, bolas de fogo tão brilhantes quanto o planeta Vênus ocorrem mais de 100 vezes ao dia. Outras, mais brilhantes ainda e comparadas ao brilho da Lua crescente cruzam o céu pelo menos uma vez a cada dez dias. Segundo o astrônomo, existem ainda bolas de fogo extremamente grandes e brilhantes, com magnitude visual que pode chegar a -13 e que acontecem a cada cinco meses. Apenas para lembrar, magnitude negativa de -13 equivale ao brilho da Lua Cheia!

 

No entanto, nem sempre essas enormes bolas de fogo são vistas. A maioria delas, cerca de 70%, cruza o céu sobre áreas inabitadas ou sobre os oceanos. A metade ocorre durante o dia, praticamente imperceptíveis devido à presença do Sol. Outra grande parte também não é vista simplesmente porque ninguém está olhando o céu naquele momento.

Como você viu, uma grande bola de fogo não é tão difícil assim de se ver. Talvez o negócio seja fazer como a Michele: levar o cachorro pra passear e ficar olhando para cima. As chances de ver os grandes meteoros são bem maiores do que você pensava!

 

 
Fotos: No topo, diagrama mostra o achatamento da órbita de 2011 MD, provocado pela atração gravitacional da Terra no momento da maior aproximação. Na sequência, animação feita pelo astrônomo Rafael Ferrando entre os dias 25 e 26 de junho de 2011 utilizando um telescópio de 4 metros de diâmetro do Observatório Pla d’Arguines, em Segorbe, Espanha. Créditos: Apolo11.com/Observatório Pla d’Arguines.

FONTE: APOLO11

 

 

 

Categorias:Acontece no Mundo

3ª Guerra Mundial – Tropas prontas para ataques no Oriente Médio, Ásia, Norte da África para outubro/novembro 2011

Os primeiros passos para a 3ª Guerra Mundial podem estar sendo dados nesse momento com várias tropas espalhadas pelo Oriente Médio, Ásia e Norte da Africa. —- Passando para o lado das profecias, a 3º Guerra Mundial só iniciará para valer quando um avião espião dos EUA cair em Israel, Isso se dará depois de maio de 2012. ( profecias passadas ao Claudio Heckert)

Fim dos Tempos .net

Categorias:Acontece no Mundo

Dois anos sem Michael Jackson 25/06/2011

junho 25, 2011 7 comentários

Hoje completam-se dois anos sem o nosso querido Michael Jackson… Nós os fãs jamais deixaremos de amar, e espalhar o amor em nome deste grande ser humano chamado Michael.. Alguem que nos ensinou o Man in the mirror..

O Homem no espelho, que nos ensinou a olhar para o espelho, ou seja para nós mesmos e a fazermos a diferença no mundo através das boas ações, e do amor…

Michael Jackson é mais que um super star é alguem que tocou os nossos corações com a sua essência simples e o seu grande coração…

Michael Jackson nós sempre te amaremos!

I just can´t stop loving you….

Não se esqueçam… HEAL THE WORLD… WITH L.O.V.E

e NUNCA deixe de acreditar no impossível 😉

 

Um grande beijo a todos queridos

Amor e luz no caminho de todos vocês.. e claro… PIXIEDUST!!!!!!!!!!♫♥♫•.♥.•*´¨`* ♥•♫♥♫•.♥.•*´¨`♥•♫♥♫♫♥♫•.♥.•*´¨`* ♥•♫♥♫•.♥.•*´¨`♥•♫♥♫

 

 

Blue Fairy 

 

Categorias:Acontece no Mundo

Livro mapeia Joaninhas da Grã-bretanha e Irlanda

Casal de joaninhas-arlequim

Casal de joaninhas-arlequim // Mike Majerus (Mike Majerus)

Mike Majerus

Casal de joaninhas-arlequim

A primeira publicação a mapear todas as 47 espécies de joaninhas encontradas na Grã-Bretanha e Irlanda descobriu que alguns dos tipos mais comuns do inseto estão em declínio na região.

O atlas traz observações detalhadas de joaninhas feitas nos últimos 20 anos // Richard Comont (Richard Comont)

"As joaninhas capturaram a imaginação das pessoas por séculos" // Peter Brown (Peter Brown)

Um registro de joaninhas pelo tempo // Richard Comont (Richard Comont)

Os resultados mostraram que dez espécies de joaninhas estão em declínio nos últimos 20 anos // Peter Brown (Peter Brown)

O livro traz ainda mapas de distribuição de cada espécie de joaninha // Remy Poland (Remy Poland)

A espécie mais comum é a joaninha de 7 bolinhas, que teve 27 mil registros // Mike Majerus (Mike Majerus)

Todas as informações foram tiradas do livro 'Ladybirds (Coccinellidae) of Britain and Ireland' // Peter Brown (Peter Brown)

Eu amo joaninhas! Lembro da minha infância… de como eu gostava de pegar as Joaninhas e deixar elas passearem no meu braço… Que belo trabalho este mapeamento de joaninhas! Infelizmente nunca mais tive a alegria de ver uma… já fazem 5 anos que não vejo uma joaninha aqui em São Paulo!

Espero que tenham gostado da matéria!

Abraços

Blue Fairy

Fonte: msnbrasil

Categorias:Acontece no Mundo

NASA está escondendo informações sobre um evento espacial catastrófico em 2012

junho 15, 2011 1 comentário

Site estadunidense alega que a NASA está escondendo informações sobre um evento espacial catastrófico

Não querendo causar pânico generalizado, ou algo similar, mas após nosso post anterior sobre as manobras militares da OTAN e da declaração recente de Barrack Obama, achamos propício trazer a seguinte notícia, publicada no site recognizereality.com, dia 29 de maio passado. Vamos simplesmente chamar o dia de hoje de “dia do alerta”.

A NASA e a Agência Espacial Européia (ESA) têm alertado o mundo pelos últimos dois anos de catástrofes que podem afetar a Terra durante o final de 2011 e por 2012.

Chamando isso de ‘super eventos únicos de tempestade solar ‘, a NASA alerta que chamas solares podem atingir a Terra e derrubar a infraestrutura tecnológica do hemisfério norte, levando todos aos níveis tecnológicos do final do século XIX. (Interessante que para eles só existe tecnologia no hemisfério norte)

A Rússia também tem se preocupado com a situação. E agora, um eminente astrofísico, Alexey Demetriev, alega que o que está acontecendo é muito pior do que a NASA e a ESA admitem.

Cientistas da NASA descobriram em 14 de julho de 2010 que nosso sistema solar está passando por uma nuvem de energia interestelar. Esta nuvem de gás, que é altamente energizada, e está perturbando e atrapalhando o Sol. Em conjunto com o já enfraquecido escudo magnético da Terra, o mundo está se tornando indefeso contra estas erupções solares, bem como contra a intensa radiação.

A NASA, a ESA e a Academia Nacional de Ciência dos EUA emitiram um alerta de tempestades solares para 2012, sem precedentes. Mas o que a NASA e o governo dos EUA estão escondendo, de acordo com Demetriev, é que o Sol — bem como todos os corpos de nosso sistema solar — mergulhou numa nuvem de fótons desconhecida?€? um cinturão de perigo que poderá precipitar explosões solares gigantescas, anomalias magnéticas, adernando cometas e desestabilizando as órbitas de alguns asteróides.

O Dr. Demetriev revelou que tanto a sonda Voyager 1, quando a Voyager 2 relataram que nosso sistema solar está correndo risco. E mais, Merav Opher, um investigador heliofísico da Universidade George Mason, convidado pela NASA, diz que a nuvem de energia interestelar é instável e turbulenta.

Coincidentemente, anteontem, 08 de junho, tivemos notícia em várias emissoras de TV em rede nacional brasileira de que o Sol teve uma erupção gigantesca. Veja o seguinte link: http://video.globo.com/Videos.

O que devemos esperar disso? Há uma possibilidade de perda da tecnologia avançada (pois estas tempestades poderão afetar os equipamentos eletrÃ?nicos), super-tempestades poderão ocorrer por todo o planeta, poderá ser dado início a outra era do gelo, bem como aumentarão as incidências de terremotos e atividades vulcânicas, tsunamis e exposição da Terra aos raios radioativos.

Em resumo, as pessoas que têm insistido a respeito de eventos catastróficos para os próximos anos podem não estar muito longe da verdade. Se Alexey Demetriev está correto, os eventos que poderão ocorrer em 2012 podem ser sim extraordinários ao ponto de colocar em risco nossa civilização.

Fonte: recognizereality.com
Via: http://ovnihoje.com ( NÃO FAZEMOS APOLOGIA A FONTE DA NOTICIA, É UMA TRADUÇÂO DE UM SITE EM INGLÊS, MAS TEMOS QUE COLOCAR A FONTE DE QUEM TRADUZIU, POR ÉTICA.) Fim dos tempos.net