Arquivo

Archive for janeiro \27\UTC 2011

OVNIS NO SOL E NA LUA 2011

janeiro 27, 2011 Deixe um comentário

2011 meus queridos leitores… eu mesma pude avistar ovnis na praia de santos e em São Paulo…

Abçs

Blue Fairy

MENSAGEM…

janeiro 27, 2011 1 comentário

Nova ordem Mundial, crise económica, ouro, falencia bancos, governo rouba, pobreza, banksters , governo mundial, controle populacional ..

janeiro 27, 2011 1 comentário



Vamos acordar pessoal!!!

Abçs

Blue Fairy

Reflexão: A gente se acostuma…

janeiro 20, 2011 1 comentário

Queridos leitores,

Hoje deixo para vocês uma bela reflexão… Espero que aproveitem

Eu estou enviando todo o meu amor para cada um de vocês

Bjs Blue Fairy

Eu sei que a gente se acostuma. Mas não devia.

A gente se acostuma a morar em apartamento de fundos e não ver vista que não sejam as janelas ao redor. E porque não tem vista logo se acostuma a não olhar para fora. E porque não olha para fora, logo se acostuma e não abrir de todo as cortinas. E porque não abre as cortinas, logo se acostuma a acender mais cedo a luz. E, à medida que se acostuma, se esquece do sol, se esquece do ar, esquece da amplidão.

A gente se acostuma a acordar sobressaltado porque está na hora. A tomar café correndo porque está atrasado. A ler o jornal no ônibus porque não pode perder tempo. A comer sanduíche porque não dá para almoçar. A sair do trabalho porque já é noite. A cochilar no ônibus porque está cansado. A deitar cedo e dormir pesado sem ter vivido o dia.

A gente se acostuma a abrir o jornal e a ler sobre a guerra. E aceitando a guerra, aceita os mortos e que haja números para os mortos. E aceitando os números, aceita não acreditar nas negociações de paz. E não aceitando as negociações de paz, aceitar ler todo dia de guerra, dos números, da longa duração.

A gente se acostuma a esperar o dia inteiro e ouvir no telefone: “hoje não posso ir”. A sorrir para as pessoas sem receber um sorriso de volta. A ser ignorado quando precisa tanto ser visto. 

A gente se acostuma a pagar por tudo o que se deseja e necessita. E a lutar para ganhar com que pagar. E a ganhar menos do que precisa. E a fazer fila para pagar. E a pagar mais do que as coisas valem. E a saber que cada vez pagará mais. E a procurar mais trabalho, para ganhar mais dinheiro, para ter com que pagar nas filas em que se cobra. 

A gente se acostuma a andar nas ruas e ver cartazes. A abrir as revistas e ler artigos. A ligar a televisão e assistir comerciais. A ir ao cinema e engolir publicidade. A ser instigado, conduzido, desnorteado, lançado na infindável catarata dos produtos. 

A gente se acostuma à poluição, às salas fechadas de ar condicionado e ao cheiro de cigarros. À luz artificial de ligeiro tremor. Ao choque que os olhos levam à luz natural. Às bactérias de água potável. À contaminação da água do mar. À morte lenta dos rios. Se acostuma a não ouvir passarinhos, a não ter galo de madrugada, a não colher fruta no pé, a não ter sequer uma planta por perto. 

A gente se acostuma a coisas demais para não sofrer. Em doses pequenas, tentando não perceber, vai afastando uma dor aqui, um ressentimento ali, uma revolta lá.
Se o cinema está cheio, a gente senta na primeira fila e torce um pouco o pescoço. Se a praia está contaminada, a gente só molha os pés e sua o resto do corpo. Se o trabalho está duro, a gente se consola pensando no fim de semana. E se no fim de semana não há muito que fazer, a gente vai dormir cedo e ainda fica satisfeito porque tem muito sono atrasado.

A gente se acostuma a não falar na aspereza para preservar a pele. Se acostuma para evitar sangramentos, para esquivar-se da faca e da baioneta, para poupar o peito.

A gente se acostuma para poupar a vida.

Que aos poucos se gasta, e que, de tanto acostumar, se perde de si mesma.  

Marina Colassante

Indignação? … Falta de valores, e de respeito ao Próximo ….

janeiro 19, 2011 3 comentários

Olá leitores boa tarde,

Recebemos comentarios maldosos em nosso blog com relação ao post da Lady Gaga, como todos sabem, aqui nós abordamos as conspirações seja da mídia, ou não, e de acordo com a lei, podemos e temos o direito de expressar as nossas opiniões. Não estamos ofendendo pessoas ou artistas aqui, e sim estamos abordando temas polêmicos e sérios como é o caso da sociedade Iluminatti que controla o mundo. Recebemos um comentario de um blogueiro ou blogueira que teve a capacidade de copiar os comentarios do Happens in the World no blog dele… para falar mal das nossas opiniões… Isso sim é falta de respeito e indiginação.

 

 

Isso sim é uma indignação..Um blog requer responsabilidades e eu assumo as minhas… agora me respondam: Uma pessoa que copia sem autorização comentarios do blog alheio para falar mal em seu proprio blog e ainda deixa o link do post em meu blog com a mensagem: Leia queridinha… esta pessoa tem o direito de ter indignação por alguma coisa?

Resposta: Não, porque é uma pessoa que não tem a noção do que está fazendo. Lembre-se toda ação tem uma reação, tenha responsabilidade no que faz.

Att Blue Fairy  e Bhya

Happens in the World

Categorias:Acontece no Mundo

Obama recebe presidente da China e pede progresso na relação bilateral

janeiro 19, 2011 Deixe um comentário

Democrata recebeu Hu Jintao e tocou na questão de direitos humanos.
Visita estabelece ‘bases para os próximos 30 anos’, disse o americano.

Do G1, com agências internacionais

O presidente Barack Obama afirmou nesta quarta-feira  (19) que a visita do presidente da China, Hu Jintao, vai estabelecer as bases para os próximos 30 anos de cooperação bilateral.

“Com esta visita, podemos fixar as bases para os próximos 30 anos”, afirmou Obama ao dar as boas-vindas a seu colega chinês na Casa Branca.

“Fazemos uma enorme aposta no sucesso do outro. Em um mundo interconectado, em uma economia global, as nações, incluindo a nossa, serão mais próspera e mais seguras se trabalharmos de forma conjunta”, acrescentou.

O presidente dos EUA, Barack Obama, e o da China, Hu Jintao, durante cerimônia de Estado nesta quarta-feira (19) na Casa Branca.O presidente da China, Hu Jintao, e o dos EUA, Barack Obama, durante cerimônia de Estado nesta quarta-feira (19) na Casa Branca. (Foto: AP)

Obama pediu ainda que os direitos humanos sejam preservados na China ao afirmar que as nações prosperam quando eles são respeitados.”A história mostra que as sociedades são mais harmoniosas, as nações são mais bem sucedidas e o mundo é mais justo quando apoiamos os direitos e responsabilidades de todas as nações e de todos os povos”, afirmou Obama.

“Sociedade harmoniosa” é um dos principais slogans ideológicos do governo de Hu, que tenta manter o poder do Partido Comunista em meio a uma economia cada vez mais aberta.

A visita de Estado de quatro dias de Hu aos EUA se tornou uma bandeira para defensores de causas como a da minoria uigur, dos tibetanos, dos presos políticos e outros grupos. Eles pediram que Obama expresse essas preocupações tanto publicamente como em reuniões privadas com Hu.

Os ativistas, que afirmam que as condições para os direitos políticos e religiosos pioraram nos últimos anos, apesar do rápido crescimento econômico chinês, anunciaram que pretendem realizar manifestações nas proximidades da Casa Branca durante o encontro entre Hu e Obama.

O presidente norte-americano também está sob pressão de alguns parlamentares de seu país para levantar questões de direitos humanos. Eles argumentam que Obama, que venceu o prêmio Nobel da Paz em 2009, tem o dever de falar publicamente sobre a prisão do vencedor do Nobel da Paz de 2010, o ativista e escritor chinês Liu Xiaobo.

Em discurso sobre a China na semana passada antes da visita de Hu, a secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, fez um apelo para que Pequim liberte Liu e ‘vários outros prisioneiros políticos na China, incluindo aqueles sob prisão domiciliar e aqueles que sofrem desaparecimento forçado’.

A China rejeita as críticas contra seu histórico de direitos humanos e as classifica como interferência em seus assuntos internos.

Hu Jintao, por sua vez, afirmou que desde que Obama assumiu o poder nos Estados Unidos, “nossa cooperação em vários terrenos tiveram frutíferos resultados e nossas relações conseguiram novos progressos”.

Categorias:Acontece no Mundo

Quarta-feira amanhece sem chuva na Região Serrana do Rio

janeiro 19, 2011 Deixe um comentário

A quarta-feira (19) começou sem chuva nas cidades mais atingidas pela combinação recente de enchente e deslizamento, como Teresópolis, Petrópolis e Nova Friburgo. Com isso, os trabalhos de resgate e limpeza das ruas devem ser retomados mais facilmente nas áreas atingidas. Ao todo, o número de vítimas da Região Serrana já passa de 700.

Veja imagens em 360º da Praça do Suspiro após a chuva em Friburgo

A chuva que alagou as ruas do Centro de Petrópolis na terça-feira (18), chegou a assustar os moradores. A Defesa Civil de Petrópolis informou que registrou três pequenos deslizamentos de terra ocorridos no Centro e nos bairros Bingen e Vila Militar, fora da área de Itaipava. Mas não há registro de novos problemas na região.

Socorro só de helicóptero
Ainda há pelo menos 17 localidades em que só é possível chegar de helicóptero ou carro 4×4.

Pelos últimos levantamentos dos municípios, são 339 mortos em Nova Friburgo, 285 em Teresópolis, 62 em Petrópolis, 22 em Sumidouro, 6 em São José do Vale do Rio Preto e 1 em Bom Jardim.

A prefeitura de São José do Vale do Rio Preto explica que 6 corpos foram encontrados na cidade, mas não há confirmação que eles sejam moradores do município. Segundo a prefeitura, eles podem ser de moradores de outras cidades e chegaram até lá pela correnteza do Rio Preto.

O número de desaparecidos segue incerto. Teresópolis, Petrópolis e Sumidouro já contam com 182 com paradeiro desconhecido. Mas há cidades em que não há lista de desaparecidos.

A Secretaria estadual de Saúde e Defesa Civil tem feito um levantamento próprio e informou às 18h de terça-feira (18) que são 701 mortos no estado, sendo 334 em Nova Friburgo, 285 em Teresópolis, 62 em Petrópolis e 20 em Sumidouro.

Segundo a Polícia Civil, até as 05h45 desta quarta-feira (19), 709 corpos já foram resgatados e identificados pelos peritos do IML (Instituto Médico Legal), sendo 285 em Teresópolis, 337 em Nova Friburgo, 63 em Petrópolis, 19 em Sumidouro, 4 em São José do Vale do Rio Preto e 1 em Bom Jardim.

Petrópolis
Em aproximadamente uma hora foram registrados 80 mm de chuva no Centro de Petrópolis, na terça-feira (18). Em todos os locais os engenheiros da Defesa Civil fizeram a vistoria. As buscas por vítimas continuam nas áreas de difícil acesso, principalmente no Vale do Cuiabá e na localidade de Brejal, no distrito da Posse.

Em Friburgo, veículos desceram pela encosta Em Friburgo, veículos desceram pela encosta
(Foto: Tássia Thum / G1)

Nova Friburgo
A Secretaria de Comunicação da prefeitura de Nova Friburgo diz que não há como separar desabrigados de desalojados, porque muita gente procurou abrigo em casa de parentes, amigos ou vizinhos. A prefeitura calcula que existam na cidade entre 5.200 e 6 mil desalojados e desabrigados, e afirma que não há mais bairros isolados na cidade.

O abastecimento de água e de energia, de acordo com a prefeitura, já foi restabelecido em cerca de 70% de Nova Friburgo. Técnicos voluntários, inclusive de outros estados, trabalham para restabelecer os serviços de telefonia. O maior problema agora, é a coleta de lixo, já que além de sofás e outros objetos de grande porte, ainda há grande quantidade de troncos de árvores e pedras que precisam ser removidos das ruas da cidade.

A prefeitura de Nova Friburgo divulgou, na terça, através de seu blog, a lista com os números e os endereços de todos os orelhões da cidade que estão funcionando de graça. O objetivo é facilitar a comunicação de moradores com parentes e amigos.

Ainda em Teresópolis, caminhão é atingido Em Teresópolis, caminhão ficou suspenso com a
força das águas (Foto: Thamine Leta/G1)

Teresópolis
Em Teresópolis, segundo a prefeitura, grande parte do 3º Distrito, como é chamada a Zona Rural, ainda tem dificuldade de acesso por terra. A área representa 66% do município.

Na terça (18), o G1 chegou ao bairro Campo Grande, em Teresópolis, que ficou isolado pelas chuvas fortes que atingiram o município na última semana. Na chegada, um cenário desolador: dezenas de casas desapareceram em uma avalanche de pedras. Entre os moradores, histórias de perdas de familiares, sofrimento e alívio por estar vivo. Eles têm a certeza de que há muitos mortos que ainda não foram resgatados na área.

ponte bom jardimA destruição da ponte de Bom Jardim dividiu a
cidade em duas (Foto: Tássia Thum / G1)

Bom Jardim
Em Bom Jardim, segundo a prefeitura, foi encontrado o primeiro corpo na cidade nesta terça, oficialmente, encontrado no distrito de São José do Ribeirão. Quatro pontes caíram na cidade que, por causa disso, está dividida em quatro regiões. Há muitas áreas em que a ajuda só chega de helicóptero. Entre elas: Banquete, São José do Ribeirão, São Miguel, Bem te vi, Bom Destino e Jardim Boa Esperança.

Toda a frota da prefeitura foi destruída pelas águas, o que dificulta o acesso das equipes de resgate e serviço na cidade e 1.200 pessoas estão desalojadas e 700 estão desabrigadas.

São José do Vale do Rio PretoCarro destruído em São José do Vale do Rio Preto
(Foto: Glauco Araújo/G1)

São José do Vale do Rio Preto e Sumidouro
Em São José do Vale do Rio Preto, segundo a prefeitura, foram encontrados seis corpos que foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) de Petrópolis. Não há registro de desaparecidos. As chuvas deixaram 2.064 desabrigados e desalojados. Na cidade, as localidades conhecidas como Poço Fundo, Parada Morelli e Areias seguem ilhadas.

Em Sumidouro, por causa da dificuldade de comunicação, o órgão ainda contabiliza o número de desabrigados e desalojados. Há ainda sete localidades com acesso restrito: Santo André, São Bento, Cascata, Itororó, Fazenda Boa Vista, Fazenda Santa Cruz e Pilões.

Destruição em ArealPrédio de dois andares destruídos em Areal
(Foto: Arthur Emanuel Vieira da Cruz/VC no G1)

Areal
Em Areal não houve mortos, segundo a prefeitura. Mas a chuva causou estragos, destruindo 50 casas e interditando várias pontes que fazem ligações entre os bairros do município.

Apenas o bairro Amazonas está numa área onde o acesso é muito difícil, mas mesmo assim, a ajuda está chegando aos moradores. A prefeitura calcula que 1.200 pessoas estão desabrigadas e 2.500 desalojadas.

G1

Categorias:Acontece no Mundo